quinta-feira, 13 de outubro de 2011

As primeiras duas...

Dedicado especialmente à


Paulinha Elias
Taciany Vizcaino
Renata Dias
Lara Briani
O pessoal da Farmácia (Mãe, Pai, Camila, Gilda, Andréia, Sirla, Glaucia, Sil e Dal)
Manuela Martins
Ericka e Maiara Michellen
Vitor Nery
Lívia Gouveia
Paula Bernardis
E todos os outros que nos deram as mãos divulgando a causa e acreditando em nós.


Foi tudo muito especial e emocionante. Em algumas semanas arrecadamos R$1.000,00, o que equivale a cerca de USh 1.500.000,00. Com menos da metade desse dinheiro (cerca de R$430,00), nós pagamos a dívida das crianças na escola, conseguimos o retorno deles às aulas e pagamos as mensalidades até o fim do ano. Compramos mantimentos básicos, material escolar e brinquedos (pois a vida não é só estudo rs).
Tivemos uma longa conversa com o pai da família sobre a necessidade da escola para as crianças, de diminuir os serviços domésticos delas e da refeição diária, pois as crianças trabalham muito em casa, não tem dinheiro para estudar e comem "quando dá". Além do mais, por viverem com a madrasta, uma vez que a mãe, separada do pai, vive na vila, carecem de um cuidado e atenção específico de mãe.


Eles ficaram muito agradecidos e sorridentes. Não achavam palavras para agradecer e nós entendemos muito bem isso, pois também não as encontramos para mostrar nossa gratidão à todos vocês.


E olha que isso foi antes deles verem as várias sacolas lotadas de comida e brinquedos que trazíamos...

Olha a felicidade por voltar à escola!!!! (OK, OK... mas quem era que gostava de ir a escola ¬¬)

Claro, como uma boa família ugandense, você não sai de sua casa sem um presentinho básico. Agora bora se entupir de ovo!!!





Essas foram apenas as primeiras duas crianças. Há mais ajuda vindo do Brasil e ainda temos metade do dinheiro que vocês mandaram. O trabalho nunca termina....

Iremos focar, agora, nos órfãos HIV+ de um orfanato parceiro. Infelizmente não é um orfanato oficial, apenas uma senhora que se mobiliza a retirar crianças das ruas e coloca-las em sua casa. Não há nada lá... Não há comida, água, roupa, lugar pra dormir. Nada! Mas há bastante amor, esperança e família.
Iremos doar comida, mosquiteiros, roupas, colchões... Estamos trabalhando a bastante tempo por medidas mais definitivas como o cuidado médico, medicamentos antivirais, assistência e suporte psicológico, aulas de esportes e cultura, escola, melhoramento do espaço físico e etc.

Com o dinheiro também pretendemos ajudar alguns dos moradores de rua. Aqui em Uganda, provavelmente na África em geral, a maior parte dos mendigos possuem algum problema físico e/ou psicológico, pois, caso contrário, você nunca é abandonado por amigo, família ou conhecidos. As portas da casa e a cadeira da mesa estão sempre postas à todos. Outros casos envolvem crianças, que com a morte dos pais, são obrigadas a viver com parentes que, algumas vezes, os tratam muito mal e os exploram, a ponto de fazer com  estes sejam obrigados à se refugiarem nas ruas.
Dessa forma, a intenção é prover roupas, cobertores, água potável, comida e, claro, amor. Aquela atenção carinhosa que os faz lembrar que são seres humanos, seres humanos tão especiais quanto eu e você. Anos de tratamento como animal, as vezes causam muitos traumas. Aquela atenção carinhosa que os faz lembrar o que é esperança. Esperança de sair das ruas, de ter uma refeição diária, um emprego, uma família... Esperança que nos faz acordar diariamente, nos faz viver, agir... Atenção esta que os faz lembrar que há pessoas boas, muitas pessoas boas a quem elas podem confiar. Viver na selva, pode te transformar em alguém desconfiando, descrente, egoísta e rancoroso contra a vida, a sociedade e os indivíduos.

Obrigado por apoiarem essa campanha que está rendendo muitos frutos e transformando nossas vidas. E alguém um dia me disse que é assim que se muda o mundo...

Barbara E Rafael











2 comentários:

.paulinha disse...

é um prazer e um privilégio fazer um pouco por esses tesouros!

beto aleixo disse...

BÁ,se é que posso te chamar assim,nós nos conhecemos muito pouco mas para mim é o muito para admirar uma pessoa muito iluminada como vc,que sem qualquer discriminação,luta e agi por nosso irmãos, que tanto necessitam, Li todos seus posts e me comoveu profundamente, me fez entrar dentro de mim e ver o quanto sou pequeno e mesquinha, por talves estar envolvido em trabalhos sociais achar que faço muito, mero engano se comparado pela sua dedicação amor e vontade, sinto dentro de mim que preciso fazer algo para ti ajudar, ainda não sei como, mas quero de alguma forma, vou fazer, não quero que isso fique so na minha vontade, vou pensar em algo e ti falo... DEUS existe sim, e nos mostra sua existência e seus modo de agir através de anjos como vc,Que ele continue te iluminando e fotalecendo, para que possa continuar ajudando nossos irmãos...